fbpx
dor ou desconforto no sexo

Sente dor ou desconforto físico durante o ato sexual?

Para muitas mulheres, a dor é rara ou acontece apenas uma vez. Mas, para outras mulheres, é um problema persistente. Embora seja comum, não é natural sentir dor. A dor é um impedimento para uma vida sexual ativa, sadia e prazerosa. Mas a dor não deve ser aceite como uma fatalidade.


Seja qual for o problema, há uma solução. 

O nome médico para este tipo de dor é dispareunia. As causas da dor durante as relações sexuais não são sempre iguais. Na origem do problema podem estar causas orgânicas. Mas também se encontram razões sociais e culturais. E, acima de tudo, são determinantes as questões emocionais. Todos os problemas que estão na origem da dor têm tratamento.

Há tratamento clínico para as disfunções orgânicas, infeções, vaginismo, alergias, anomalias congénitas. Mas a dor que tem como origem as causas traumáticas e se aloja a nível emocional, merece outra abordagem.

Três em cada quatro mulheres vão sentir dor durante o sexo em algum momento da sua vida. Mas não tem de ser assim!

Muitas mulheres que sofreram abuso ou violência sexual na infância ou na adolescência, ou mesmo na vida adulta, têm uma enorme propensão para sentir dor no ato sexual. Mas também as mulheres que foram vítimas de outras formas de abusos e negligência. acabam por desenvolver aversão, medo, ou repulsa pela relação. A verdade é que isto se traduz em dor ou desconforto. As mulheres que se desvalorizam, se sentem culpadas e não merecedoras vão igualmente confrontar-se com estes problemas.

Muitas vezes a dor ou desconforto também resultam de uma estimulação deficiente. Os “preliminares”, como se costumam chamar, são muito importantes. Fazem parte da sexualidade. Para as mulheres, a falta de lubrificação vaginal causa desconforto. A solução passa por “preliminares” prolongados e focados no relaxamento, que leva à lubrificação interna e ao prazer feminino.

As mulheres tendem a culpar-se a si próprias, ou a atribuir os seus sintomas a algo de errado em si. Mas a verdade é que não é culpa das mulheres sentirem dor durante o sexo.

Da minha experiência como mulher e terapeuta, sei como é importante resolver este problema. O primeiro passo é reconhecer que ele existe. Quando o assunto é o sexo, as pessoas falam com facilidade dos sucessos, mas quase nunca dos problemas.

É por isso que é fundamental libertar o que está a causar esse sintoma. Tem de se desfazer os nós emocionais, os bloqueios, os medos e a ansiedade. É importante aprender que uma boa comunicação com o parceiro é muito importante. Muitas vezes os homens também sofrem com este problema que, manifestando-se na mulher, também se torna um problema deles.

Na maior parte dos casos, não existe uma cura imediata. Através da Metamorfose Íntima – o processo transformativo que vos proponho – podemos obter resultados que vão para além da libertação da dor. E produzir efeitos que se vão refletir numa vida sexual com mais alegria, confiança e prazer.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.